venda direta de imóveis caixa: logo caixa econômica
Quando pensamos em banco que está diretamente relacionado às políticas e ações voltadas para o segmento habitacional e portanto, a venda direta de imóveis, sempre nos vem à mente a Caixa Econômica Federal.

Essa instituição financeira faz parte da vida de milhões de brasileiros que sonhavam, mas também que sonham com a casa própria.

Segundo dados da própria Caixa, o banco possui mais de 87 milhões de clientes.

Por isso, para dar conta dessa enorme demanda, a rede de atendimento da Caixa Econômica Federal conta com cerca de 60 mil pontos de atendimento.

Bem, o surgimento da Caixa não é recente, o banco surgiu em 1861, quando Dom Pedro II assinou o Decreto nº 2.723.

Vale lembrar que a Caixa além de ser um banco, é responsável pelo:

Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);
Programa de Integração Social (PIS);
Seguro-Desemprego;
Bolsa Família;
FIES;
Programa Minha Casa Minha Vida.
Tendo em vista a sua missão como empresa pública, uma das maiores prioridades da Caixa é o setor de habitação.

Sabendo dessa preocupação com o desenvolvimento sustentável do Brasil e com o bem-estar dos brasileiros, a Caixa disponibiliza opções que facilitam a aquisição de imóveis.

Nesse artigo, nós da Dreams Real Estate separamos informações relevantes sobre a venda direta de imóveis pela Caixa Econômica Federal.

Você encontrará os seguintes tópicos durante a leitura:

A caixa no cenário habitacional
Como comprar pela Caixa Econômica Federal?
Esquema de venda de imóveis pela Caixa
As vantagens de adquirir imóveis pela Caixa
Então, se você quer ficar por dentro de como funciona essa modalidade de aquisição de imóveis, continue a leitura desse artigo!

A caixa no cenário habitacional
Como citamos no início do artigo, a Caixa tem a habitação entre as suas prioridades.

Nesse cenário, a instituição financeira auxilia pessoas na compra de um imóvel novo ou usado, com a geração de diversas vantagens.

Entre elas, podemos citar a linha de crédito habitacional que disponibiliza até 35 anos para pagar pelo imóvel.

Um prazo bastante interessante, não é mesmo?

Mas, para conseguir financiamentos de imóveis pela Caixa, a instituição realiza uma avaliação do imóvel e as condições de pagamento.

Assim, dependendo da modalidade do seu financiamento, você pode optar pela carência para começar a amortizar o seu Saldo Devedor.

Além disso, durante esse período, você pagará somente os prêmios de seguro MIP e DFI.

Além da tarifa de administração do contrato mensal se a contratação ocorrer no SFH (Sistema Financeiro da Habitação).

No site oficial da Caixa, você poderá encontrar uma vasta gama de informações que são importantes para saber antes de entrar em um negócio de compra direta pelo banco.

Então por exemplo, lá, você poderá conferir que a atualização monetária, os juros e a amortização, suspensas durante a fase de carência, se incorporarão ao saldo devedor do contrato.

Não somente, a parcela do financiamento pode ser de até 30% da sua renda familiar bruta, além disso, é possível utilizar o seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como parte do pagamento.

É possível utilizar o FGTS para:

Pagamento de entrada;
Amortização de dívida;
Redução do valor das prestações
Liquidar O financiamento
Financiar as despesas cartorárias.
Vale lembrar que o valor liberado para o financiamento dessas despesas é deduzido do valor total do financiamento contratado.

Como comprar na Caixa Econômica Federal?
Os imóveis que são propriedade da Caixa Econômica Federal podem ser adquiridos por pessoas físicas e jurídicas nas quatro seguintes modalidades:

Leilão;
Licitação fechada;
Licitação aberta;
Venda online.
Leilão
Quando um imóvel é devolvido à Caixa, como previsto na lei de garantia de alienação fiduciária, estes podem passar por até dois leilões.

O 1º ocorre 30 dias após a sua devolução. Caso ele não receba lance no 1º leilão, 15 dias depois é realizado o 2º.

Se não for vendido nos 1º e 2º leilões, o imóvel será oferecido em licitação aberta, licitação fechada ou venda online.

Quando o comprador decide adquirir um imóvel em leilão, a Caixa oferece ainda opções de financiamento.

Com isso, é possível utilizar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), além de disponibilizar um período de carência de até 6 meses.

Nesse período, não é cobrada a parcela de amortização, apenas os encargos.

Licitação Aberta
Se você optar pela licitação aberta, a participação poderá ocorrer de forma presencial ou online.

Nesse caso, arremata o imóvel o interessado que der o lance mais vantajoso para Caixa.

Não podemos nos esquecer que é necessário que o valor seja igual ou superior ao valor mínimo estabelecido no edital.

Na licitação aberta, o evento ocorre em auditórios localizados em diversas localidades do Brasil.

Vale lembrar que esse evento pode ocorrer em ambiente online, no site dos leiloeiros oficiais contratados pela Caixa Econômica Federal.

Licitação Fechada
Com relação a licitação fechada, basta você apresentar uma proposta de compra por escrito depois da publicação do edital.

Essa aposta cega é bastante utilizada pela Caixa Econômica Federal.

Basicamente, é possível escolher um imóvel e então entregar em alguma agência da Caixa um envelope com o valor escrito do que se deseja pagar pelo imóvel.

Além disso, deve-se enviar mais 5%, como sinal, do valor ofertado, em dinheiro.

Em dia e hora determinados, os envelopes são abertos, bem como lidos na frente de todos aqueles que quiserem comparecer ao “evento”.

Os envelopes apresentados são abertos, mas também são classificados. O autor da melhor proposta, respeitando o preço mínimo de venda, é então considerado o vencedor.

Assim, o investidor que ofertou o maior valor pelo imóvel ganha a concorrência pública.

Venda Online
Na venda online, o interessado apresenta uma oferta que deve ser maior ou igual ao valor mínimo de venda que foi visto na página do imóvel de seu interesse.

Nesse caso, considera-se como venda vencedora a maior proposta no momento em que o cronômetro chega ao zero.

Vale lembrar que a venda online pode ser intermediada por um corretor credenciado.

Basta selecionar a opção no momento de preencher a proposta e então a comissão do profissional é paga exclusivamente pela Caixa.

Esquema de venda de imóveis pela Caixa
Para adquirir um imóvel através da venda direta pela caixa, o interessado pode ser qualquer pessoa física ou jurídica.

Além disso, menos de 18 anos poderão adquirir algum bem se emancipados, mas sendo representados ou assistidos pelo responsável legal.

Quanto aos estrangeiros, estes deverão comprovar sua permanência legal, bem como definitiva no país.

Entretanto, existem restrições.

Não poderão adquirir imóveis da caixa aqueles que tem vínculo empregatício à SULOG, SUGAD E SUHAB, além de dirigentes da Caixa hierarquicamente superiores a essas áreas.

Além disso, está vedada a venda para pessoas que possuem relação de parentesco de até terceiro grau com os empregados da Caixa citados.

Para aqueles que estão plenamente autorizados a adquirir os imóveis vale lembrar que as contas de condomínio e IPTU em atraso até a data da venda serão pagas pela Caixa Econômica Federal.

Mas essa situação só se aplica desde que o adquirente não seja o responsável pelos débitos existentes e que a aquisição não ocorra em 1º ou 2º leilão.

Com relação à negociação na venda direta, você pode ir até uma agência e assim, formalizar a proposta.

Entretanto, é possível intermediar a venda direta por corretores ou imobiliárias com credencial pela Caixa.

No segundo caso, a comissão de vendas é paga pela Caixa.

Dessa forma, o cliente só deve recolher o depósito da caução em uma agência da Caixa e o valor da caução volta para o adquirente após o registro da escritura no Registro de Imóveis.

Vantagens em adquirir imóveis da Caixa
Financiamento
Ao optar pela venda direta de imóveis pela Caixa Econômica Federal, o interessado terá condições diferenciadas, como as opções que citamos nos tópicos anteriores.

Utilizar o FGTS e ter maiores facilidades na hora de pagar o imóvel é uma mão na roda!

Contas em dia
Ao adquirir imóveis usados, uma das maiores preocupações do novo proprietário é com relação às contas em atraso.

Entretanto, ao adquirir um imóvel pela Caixa, as contas de condomínio e IPTU em atraso até a data da venda são de responsabilidade do banco.

Mas desde que o imóvel seja adquirido em licitação fechada, licitação aberta ou venda online.

Imóveis escriturados
Quando pensamos em banco que está diretamente relacionado às políticas e ações voltadas para o segmento habitacional e portanto leilão caixa, a venda direta de imóveis, sempre nos vem à mente a Caixa Econômica Federal.

Essa instituição financeira faz parte da vida de milhões de brasileiros que sonhavam, mas também que sonham com a casa própria.

Segundo dados da própria Caixa, o banco possui mais de 87 milhões de clientes.

Por isso, para dar conta dessa enorme demanda, a rede de atendimento da Caixa Econômica Federal conta com cerca de 60 mil pontos de atendimento.

Bem, o surgimento da Caixa não é recente, o banco surgiu em 1861, quando Dom Pedro II assinou o Decreto nº 2.723.

Vale lembrar que a Caixa além de ser um banco, é responsável pelo:

Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);
Programa de Integração Social (PIS);
Seguro-Desemprego;
Bolsa Família;
FIES;
Programa Minha Casa Minha Vida.
Tendo em vista a sua missão como empresa pública, uma das maiores prioridades da Caixa é o setor de habitação.

Sabendo dessa preocupação com o desenvolvimento sustentável do Brasil e com o bem-estar dos brasileiros, a Caixa disponibiliza opções que facilitam a aquisição de imóveis.

Nesse artigo, nós da Dreams Real Estate separamos informações relevantes sobre a venda direta de imóveis pela Caixa Econômica Federal.

Você encontrará os seguintes tópicos durante a leitura:

A caixa no cenário habitacional
Como comprar pela Caixa Econômica Federal?
Esquema de venda de imóveis pela Caixa
As vantagens de adquirir imóveis pela Caixa
Então, se você quer ficar por dentro de como funciona essa modalidade de aquisição de imóveis, continue a leitura desse artigo!

A caixa no cenário habitacional
Como citamos no início do artigo, a Caixa tem a habitação entre as suas prioridades.

Nesse cenário, a instituição financeira auxilia pessoas na compra de um imóvel novo ou usado, com a geração de diversas vantagens.

Entre elas, podemos citar a linha de crédito habitacional que disponibiliza até 35 anos para pagar pelo imóvel.

Um prazo bastante interessante, não é mesmo?

Mas, para conseguir financiamentos de imóveis pela Caixa, a instituição realiza uma avaliação do imóvel e as condições de pagamento.

Assim, dependendo da modalidade do seu financiamento, você pode optar pela carência para começar a amortizar o seu Saldo Devedor.

Além disso, durante esse período, você pagará somente os prêmios de seguro MIP e DFI.

Além da tarifa de administração do contrato mensal se a contratação ocorrer no SFH (Sistema Financeiro da Habitação).

No site oficial da Caixa, você poderá encontrar uma vasta gama de informações que são importantes para saber antes de entrar em um negócio de compra direta pelo banco.

Então por exemplo, lá, você poderá conferir que a atualização monetária, os juros e a amortização, suspensas durante a fase de carência, se incorporarão ao saldo devedor do contrato.

Não somente, a parcela do financiamento pode ser de até 30% da sua renda familiar bruta, além disso, é possível utilizar o seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como parte do pagamento.

É possível utilizar o FGTS para:

Pagamento de entrada;
Amortização de dívida;
Redução do valor das prestações
Liquidar O financiamento
Financiar as despesas cartorárias.
Vale lembrar que o valor liberado para o financiamento dessas despesas é deduzido do valor total do financiamento contratado.

Como comprar na Caixa Econômica Federal?
Os imóveis que são propriedade da Caixa Econômica Federal podem ser adquiridos por pessoas físicas e jurídicas nas quatro seguintes modalidades:

Leilão;
Licitação fechada;
Licitação aberta;
Venda online.
Leilão
Quando um imóvel é devolvido à Caixa, como previsto na lei de garantia de alienação fiduciária, estes podem passar por até dois leilões.

O 1º ocorre 30 dias após a sua devolução. Caso ele não receba lance no 1º leilão, 15 dias depois é realizado o 2º.

Se não for vendido nos 1º e 2º leilões, o imóvel será oferecido em licitação aberta, licitação fechada ou venda online.

Quando o comprador decide adquirir um imóvel em leilão, a Caixa oferece ainda opções de financiamento.

Com isso, é possível utilizar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), além de disponibilizar um período de carência de até 6 meses.

Nesse período, não é cobrada a parcela de amortização, apenas os encargos.

Licitação Aberta
Se você optar pela licitação aberta, a participação poderá ocorrer de forma presencial ou online.

Nesse caso, arremata o imóvel o interessado que der o lance mais vantajoso para Caixa.

Não podemos nos esquecer que é necessário que o valor seja igual ou superior ao valor mínimo estabelecido no edital.

Na licitação aberta, o evento ocorre em auditórios localizados em diversas localidades do Brasil.

Vale lembrar que esse evento pode ocorrer em ambiente online, no site dos leiloeiros oficiais contratados pela Caixa Econômica Federal.

Licitação Fechada
Com relação a licitação fechada, basta você apresentar uma proposta de compra por escrito depois da publicação do edital.

Essa aposta cega é bastante utilizada pela Caixa Econômica Federal.

Basicamente, é possível escolher um imóvel e então entregar em alguma agência da Caixa um envelope com o valor escrito do que se deseja pagar pelo imóvel.

Além disso, deve-se enviar mais 5%, como sinal, do valor ofertado, em dinheiro.

Em dia e hora determinados, os envelopes são abertos, bem como lidos na frente de todos aqueles que quiserem comparecer ao “evento”.

Os envelopes apresentados são abertos, mas também são classificados. O autor da melhor proposta, respeitando o preço mínimo de venda, é então considerado o vencedor.

Assim, o investidor que ofertou o maior valor pelo imóvel ganha a concorrência pública.

Venda Online
Na venda online, o interessado apresenta uma oferta que deve ser maior ou igual ao valor mínimo de venda que foi visto na página do imóvel de seu interesse.

Nesse caso, considera-se como venda vencedora a maior proposta no momento em que o cronômetro chega ao zero.

Vale lembrar que a venda online pode ser intermediada por um corretor credenciado.

Basta selecionar a opção no momento de preencher a proposta e então a comissão do profissional é paga exclusivamente pela Caixa.

Esquema de venda de imóveis pela Caixa
Para adquirir um imóvel através da venda direta pela caixa, o interessado pode ser qualquer pessoa física ou jurídica.

Além disso, menos de 18 anos poderão adquirir algum bem se emancipados, mas sendo representados ou assistidos pelo responsável legal.

Quanto aos estrangeiros, estes deverão comprovar sua permanência legal, bem como definitiva no país.

Entretanto, existem restrições.

Não poderão adquirir imóveis da caixa aqueles que tem vínculo empregatício à SULOG, SUGAD E SUHAB, além de dirigentes da Caixa hierarquicamente superiores a essas áreas.

Além disso, está vedada a venda para pessoas que possuem relação de parentesco de até terceiro grau com os empregados da Caixa citados.

Para aqueles que estão plenamente autorizados a adquirir os imóveis vale lembrar que as contas de condomínio e IPTU em atraso até a data da venda serão pagas pela Caixa Econômica Federal.

Mas essa situação só se aplica desde que o adquirente não seja o responsável pelos débitos existentes e que a aquisição não ocorra em 1º ou 2º leilão.

Com relação à negociação na venda direta, você pode ir até uma agência e assim, formalizar a proposta.

Entretanto, é possível intermediar a venda direta por corretores ou imobiliárias com credencial pela Caixa.

No segundo caso, a comissão de vendas é paga pela Caixa.

Dessa forma, o cliente só deve recolher o depósito da caução em uma agência da Caixa e o valor da caução volta para o adquirente após o registro da escritura no Registro de Imóveis.

Vantagens em adquirir imóveis da Caixa
Financiamento
Ao optar pela venda direta de imóveis pela Caixa Econômica Federal, o interessado terá condições diferenciadas, como as opções que citamos nos tópicos anteriores.

Utilizar o FGTS e ter maiores facilidades na hora de pagar o imóvel é uma mão na roda!

Contas em dia
Ao adquirir imóveis usados, uma das maiores preocupações do novo proprietário é com relação às contas em atraso.

Entretanto, ao adquirir um imóvel pela Caixa, as contas de condomínio e IPTU em atraso até a data da venda são de responsabilidade do banco.

Mas desde que o imóvel seja adquirido em licitação fechada, licitação aberta ou venda online.

Imóveis escriturados
Todos os imóveis que a Caixa disponibiliza para venda, são devidamente escriturados no Cartório de Registro de Imóveis em nome do banco

Carência
No financiamento de imóveis que a Caixa disponibiliza, eles permitem a concessão de 6 meses de carência.

Então, nesse período não se cobra a parcela de amortização, apenas os encargos referentes à aquisição.

Comodidade
A Caixa também se adaptou às facilidades tecnológicas, mas também com a venda online, os interessados tem uma maior comodidade.

Assim, é possível apresentar as propostas em um ambiente virtual e emitir o boleto para pagamento dos recursos próprios.

Conte com especialistas para te ajudar na Venda Direta de Imóveis da Caixa!
E aí, o que você acha de realizar o sonho da casa própria utilizando os recursos da Caixa?

Conte com a assessoria da Dreams Real Estate!

Nós te auxiliamos em todo o processo, isto é, desde as etapas de apresentação de proposta até a transferência de propriedade ou desocupação.

Dessa forma, a aquisição do seu imóvel se torna mais prática e você poderá curtir, sem estresse, o seu sonho!

Entre em contato conosco e assim, saiba como.

Todos os imóveis que a Caixa disponibiliza para venda, são devidamente escriturados no Cartório de Registro de Imóveis em nome do banco

Carência
No financiamento de imóveis que a Caixa disponibiliza, eles permitem a concessão de 6 meses de carência.

Então, nesse período não se cobra a parcela de amortização, apenas os encargos referentes à aquisição.

Comodidade
A Caixa também se adaptou às facilidades tecnológicas, mas também com a venda online, os interessados tem uma maior comodidade.

Assim, é possível apresentar as propostas em um ambiente virtual e emitir o boleto para pagamento dos recursos próprios.

Conte com especialistas para te ajudar na Venda Direta de Imóveis da Caixa!
E aí, o que você acha de realizar o sonho da casa própria utilizando os recursos da Caixa?

Conte com a assessoria da Dreams Real Estate!

Nós te auxiliamos em todo o processo, isto é, desde as etapas de apresentação de proposta até a transferência de propriedade ou desocupação.

Dessa forma, a aquisição do seu imóvel se torna mais prática e você poderá curtir, sem estresse, o seu sonho!